Jornal Catarse RSS



O Amor aos 30 ANOS

O ano passado eu fiz 30 anos. e tem gente que prefere atravessar a rua de olhos fechados a estar sozinha aos 30 anos. eu também preferiria, se eu tivesse encontrado alguém com quem eu realmente quisesse dividir minha vida. agora, aos 30 anos, fazendo um balanço, me parece que sempre gostei mais de idealizar o amor do que vivê-lo do jeito que ele é. isso me rendeu 6 anos de terapia (não só isso, obviamente), que começaram com o meu primeiro término e continuam com as minhas batidas de cabeça vida afora. acontece que, nessa altura da minha vida o amor mudou um pouco de figura. acho que faz sentido, vivendo e aprendendo, diz o ditado. esotérica ou não,...

Ler mais


Sale

Unavailable

Sold Out