Sustentabilidade: você pensa nela ao comprar suas roupas?


O assunto do texto é muito mais que uma tendência. Por mais que já existam algumas regulamentações que exigem que corporações e governos estejam atentos aos danos ao planeta e seus recursos naturais, sabemos que a humanidade está extremamente distante de uma consciência coletiva realmente eficaz para preservar o que ainda resta. 

Mesmo que essa introdução soe bastante pessimista, há muita gente preocupada em fazer, pelo menos, a sua parte. Cuidar melhor do lixo de casa e escolher produtos que gerem menos resíduos é um bom começo. Há também algumas iniciativas partindo das indústrias, que estão em busca de implementar soluções limpas e, assim, emitir menos CO2 ou, até mesmo, não produzir nenhum gás nocivo à atmosfera em sua linha de produção. Além de uma série de sistemas para uso e reaproveitamento da água e de outros recursos, sejam eles naturais ou resíduos da fábrica. 

Desde o nascimento da Oriba, a marca busca facilitar a relação entre pessoas, produtos e planeta. Fazemos parte de um dos setores mais poluentes da indústria, então assumimos a postura de buscar sempre trabalhar com alternativas limpas. Ou seja, o conceito de sustentabilidade é vivido na prática e aplicado a todo o nosso processo de trabalho. 

Não apenas nos posicionamos e defendemos a bandeira da sustentabilidade, mas como procuramos nos apresentar dessa forma ao público geral, disseminando o conceito e tudo o que está atrelado a ele. A informação a respeito dos tecidos e demais acessórios utilizados na confecção e a preocupação com certificações que atestem a qualidade e a origem limpa são características do nosso perfil transparente. Além disso, trabalhamos com peças básicas de alta qualidade e atemporais, indo na contramão da indústria de moda tradicional, que induz o consumidor a comprar mais a cada mudança de estação. E, quanto mais se compra, mais se desperdiça e polui. 

No nosso desenvolvimento contínuo de um grande projeto sustentável, queremos falar a respeito dos nossos últimos lançamentos e como o cuidado em reduzir impactos segue em evolução. Conheça:

Antiviral

As peças antivirais são feitas de algodão egípcio (Overshirts) ou orgânico (Moletons), ambos certificados. O aditivo antiviral não é tóxico e permite que a peça não necessite tantas lavagens. 

RePET

Todos os anos, 460 bilhões de garrafas são descartadas. O RePET é parte da solução para todo este plástico. Cada peça de RePET equivale a 11 garrafas de pós-consumo. O produto se esgotou no estoque, mas estamos trabalhando com a possibilidade de voltar a oferecer peças com tecidos derivados de plástico de pós-consumo no próximo ano. 


 Algodão Pima

Sustentável desde o plantio, o Pima é cultivado sem agrotóxicos. Sua fibra longa, além de tornar a camiseta mais macia, aumenta a resistência do tecido, o que faz com que sua vida útil dure 2x mais. 


Parte do nosso propósito é conscientizar o maior número possível de pessoas com a nossa proposta sustentável e convidá-las a fazer parte da mudança. Repensar o capitalismo que impulsiona o consumo desenfreado é necessário e traz impactos positivos a todos, principalmente para o planeta.

 

Escrito por Thais Vieira - Gerente de Conteúdo da Oriba.


Deixe um comentário


Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados



Sale

Unavailable

Sold Out